quarta-feira, 29 de março de 2017

fechado temporariamente



Por motivos pessoais, relacionados com saúde, vou ter que me ausentar deste blogue por tempo indeterminado.
Voltarei um dia, quando tudo tiver passado, quando sentir vontade de escrever, quando o blogue voltar a ter sentido.... quando o escrever com o mesmo amor que escrevi... e não como uma obrigação de...
Voltarei nesse dia... desconheço o tempo que preciso para me restabelecer.
Não vos posso pedir que não vão embora... não tenho esse direito, ainda que gostasse de vos ler. Muitas vezes nem respondi aos vossos comentários, nem visitei os vossos espaços porque já não fui capaz.
Um forte abraço a todos os que foram companheiros(as) de escrita ao longo deste tempo.


segunda-feira, 27 de março de 2017

as tuas verdades


Dizem que o destino sempre encontra o seu caminho... Mas as respostas que procuras, não estão nos lábios de um amigo. As tuas verdades habitam na tua alma, na melodia silenciosa do teu  coração. Em teu silêncios, apenas tu  poderás ouvi-las... 

quinta-feira, 23 de março de 2017

reconfortar o meu peito com o sorriso da primavera



Apetece partir, sem saber para onde. 
Fazer um piquenique com a vida e com o sol.
Fazer perguntas ao futuro de um passado que já não tenho. 
Preciso reconfortar o meu peito no sorriso da primavera. 
Criar atalhos no vento apenas para me devolver as perguntas que rabisquei em algumas utopias.
Apetece partir, sem saber para onde.

terça-feira, 21 de março de 2017

o caminho recomeça todos os dias


Li não sei onde..." a gente risca, vem o destino e rabisca..." Não há destino traçado a régua e esquadro, o caminho recomeça todos os dias...

quinta-feira, 16 de março de 2017

sensibilidade



A única luz que se deseja apagar ao outro é a do candeeiro que dorme junto à cabeceira, antes de aconchegar a roupa e dizer.. boa noite.

segunda-feira, 13 de março de 2017

hope


You may say I'm a dreamer, but I'm not the only one. I hope someday you'll join us. And the world will live as one.

John Lennon

domingo, 12 de março de 2017

de regresso


Estou de regresso às palavras, aos amigos, a quem esperou por mim, a quem chegou de novo. Grata.
Esta luz foi-me enviada por alguém que nesta ausência me enviou a luz da esperança, do acreditar.
Abraço-vos.